sábado, 14 de abril de 2012

São rosas, senhor, são rosas


Muitos Anos de Vida Boa e Bela, môr

9 comentários:

  1. São rosas senhor, são rosas
    Mas bem podiam ser lírios
    Do Descontente vaidosas
    De uma rosa sem martírios.

    Muitos anos de vida boa, bela e rica

    Rafa

    ResponderEliminar
  2. Ora bem, foi ontem, hoje já não há festa e vou fingindo que tenho menos.
    Espero conseguir aturar a minha bicla pra, ao menos, dormir quentinho, não é facil...
    Vejam se para o ano não se lembram.
    De qualquer maneira merci.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  3. Entretanto se virem por aí o ténico (é assim que se escreve?) peçam-lhe para arranjar umas letras que se entendam, vejo-ma à rasca pra meter um comentário, as letras estão muito esborratadas, será de propósito para se desistir?
    E se tivermos bubido umas coisadas?
    Abraços e beijos.

    ResponderEliminar
  4. Não sei se são cravos ou rosas
    Eis a soberana questão
    Com politicas mafiosas
    Cravos e rosas... murcharão...
    Há que ultrapassar tudo isto
    Agarrar a vida com fé
    Aguardando que o Jota Cristo
    Faça um milagre cá pró zé!!!

    ResponderEliminar
  5. ATENÇAO:

    Já consegui baldar-me ao compromisso que tinha para o dia 5 de Maio e estarei disponível para essa data conforme seria a vontade do MATA.
    Será que todos os outros (e outras...) também estarão?!

    SÁBADO, DIA QUATRO DE MAIO, dará jeito?!

    Era útil manifestarem-se...

    FICO COM O OUVIDO ALERTA!

    rouxinol de Bernardim

    ResponderEliminar
  6. Alô Alô

    Por nós pode ser qualquer sábado, porque a viagem é breve.

    Decidam-se, amigalhaços

    Veijios

    ResponderEliminar
  7. MEUS CAROAS:

    Parece que temos gente. Há que acertar agulhas para o dia 5 de Maio. Vai o Figas e Palmira, Filó e Des Contente, Mata, Joteme e Salete, José António, Rafaela... até ver...

    Tenho dificuldade em entrar no Líricos Campus por isso aqui vai a mensagem por esta via. Se houver mais alguém agradeço que se pronuncie.

    O local é fácil de descobrir, fica junto ao Hospital e próximo do recinto da feira, logo à saída de Vila do Conde, virando-se à esquerda ao segundo semáforo após a ponte sobre o Ave. Um abraço.

    rouxinol de Bernardim

    ResponderEliminar
  8. Venham mais cinco no dia cinco que felz me sinto.
    FigasAbraço

    ResponderEliminar