quarta-feira, 2 de maio de 2012

Pingando

A populaça (como diria o valentão do Vasco)) resolveu sair à rua perante a oferta de produtos ao preço da uva mijona, para ir meter o nariz no Pingo Doce!
Há os que se empenharam ainda mais para atafulhar a dispensa, pois até nem se importam com os prazos de validade; há os que foram adquirir produtos para revenderem lá na sua rua com uma margem de lucro ainda substancial; há os que foram espreitar e se viram enrolados pela multidão ululante; há até um senhor que só ia comprar meia dúzia de ovos para a omelete do almoço e não conseguiu sair de lá com os ovos inteiros.
O mais grave não é o facto em si, mas a importância que se lhe atribui, ao ponto de cativar tanto o cidadão comum, fazendo com que se esqueçam dos problemas do país.
Pela minha parte fico-me por aqui.
Tenho que ir assoar-me. Tenho o pingo no nariz.
A.M.
Ver mais

1 comentário:

  1. Bom, só espero que o arroz e a massa não ganhem bagulhos!!!

    Abraço

    Rafa

    ResponderEliminar