quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Obviamente demitia-o



As declarações de Paulo Bento ontem após a vitória da Selecção Portuguesa sobre a da Bósnia revelam um seleccionador impreparado, a arrogância que exibiu ao referir-se a Ricardo Carvalho e Bosingwa mostra-nos um ser mesquinho que não vê além do seu nariz.
Nada nos garante que o plantel que vai representar Portugal no próximo campeonato europeu de futebol possa prescindir da participação dos dois jogadores, tudo pode acontecer, convocará outros menos valorosos se precisar?
Ao ser inquirido sobre o futuro dos atletas na equipa nacional deveria ter-se esquivado dizendo que era um assunto interno da selecção, ao dizer que seriam meros espectadores limitou as capacidades organizativas do conjunto, logo, está a prestar um mau serviço ao país.
Paulo Bento está para a Selecção Portuguesa de Futebol como Vítor Pereira está para o meu clube, Futebol Clube do Porto, foi a solução mais barata, aliás, já o tinha sido no Sporting.
Quero crer deixará de ser funcionário público muito brevemente, ao declarar que manteria o treinador, Carlos Marta, um dos dois candidatos à presidência da Federação poderá ter-lhe “feito a cama”, já que tudo indica que a vitória será do Engº. Fernando Gomes que não quererá guardar o escolhido do seu adversário. Se fosse eu quem mandasse tentaria contratar Manuel José para o cargo.
Disse.

1 comentário:

  1. Até na vitória se distinguem os homens com H e os outros...
    Abraço do Zé

    ResponderEliminar